Formigas

Home PragasFormigas



Pragas


Formigas

Estima-se que existam cerca de 18 mil espécies de formigas. Todas são sociais e ocorrem praticamente em todos os ambientes terrestres, exceto nos polos.

 

Uma colônia de formigas é formada por indivíduos adultos e em desenvolvimento, que são constituídos por ovos, larvas e pupas. Os adultos, com raras exceções, são fêmeas, férteis ou rainhas, cuja função primordial é a postura de ovos, e as estéreis ou operárias realizam todas as demais atividades da colônia (coleta de água e alimento, alimentação da cria e da rainha, construção e defesa de ninho). Somente de 5 a 10% da população adulta pode exercer funções externas ao ninho. Os machos alados aparecem uma vez ao ano para realização do voo nupcial. As colônias podem ter uma única rainha (monoginia) ou várias (poliginia).

 

Transmissão de doenças e prejuízos econômicos

A presença de formigas em residências, apesar não ser considerada um perigo pelas pessoas, possui o potencial para transportar microrganismos que podem oferecer riscos à saúde humana. Quando a infestação se dá em hospitais, as formigas podem afetar diretamente a saúde pública ao transporem esses microrganismos, que atuam como vetores mecânicos.

 

Uma recente pesquisa realizada em 37 hospitais do Sudeste do país mostrou índice médio de infestação de 61 a 73%. Foram catalogadas 23 tipos de formigas que causam infecção hospitalar. Os berçários e UTIs são as alas com maiores índices de infestação.

 

Além disso, as formigas podem invadir e causar danos a equipamentos eletroeletrônicos (aparelhos de som, TV, máquinas de lavar roupa, vídeo cassete, computadores, telefones, fiação elétrica, entre outros), pois apresentam atração pelo campo elétrico e, além de aumentarem a umidade desses locais, liberam secreções. Quando ocorrem em fábricas de alimentos, centros de pesquisa, museus, cabines telefônicas ou equipamentos semelhantes, as formigas podem causar danos ainda maiores.

 

Características e controle

As espécies de formigas que possuem hábito urbano apresentam características que as diferenciam de outras espécies:

 

# Grande preferência por áreas perturbadas;

 

# Tendência a mudar constantemente o ninho de lugar para ocupar novas áreas. As operárias podem apresentar redução de tamanho para facilitar a ocupação;

 

# Somente apresentam agressividade interespecífica;

 

# Algumas espécies aboliram o voo nupcial e se reproduzem por sociotomia (fragmentação da colônia).

 

O nome “formiga” deriva do ácido fórmico, substância produzida pela glândula ácida das formigas, porém particularmente daquelas pertencentes à subfamília Fomicinae. Sabe-se hoje que a maioria das formigas não possui o ácido fórmico.

 

Identificar corretamente a espécie de formiga, assim como conhecer sua biologia, incluindo o seu comportamento, é de extrema importância para o seu controle. Para isso, a ASTRAL possui em seu corpo técnico especialistas em Mirmecologia que é o campo da entomologia que se dedica ao estudo das formigas.







SOLICITE UM ORÇAMENTO

Problemas com pragas? Solicite um orçamento para a Astral mais próxima de você.


A Astral possui três decadas de atuação no mercado de controle de pragas e vetores urbanos.

EMPRESA

OUTROS

SIGA A ASTRAL




Instagram Grupo Astral Linkdin Grupo Astral

Copyright 2017 @ ASTRAL Saúde Ambiental. Todos os direitos reservados.